Skip to content

.: Alberto Seguros :.

Início seta Dicas seta O Trânsito a seu favor
O Trânsito a seu favor PDF Imprimir

Não adianta buzinar. Se o trânsito é inevitável, relaxe e use-o a seu favor. Por incrível que pareça, as mulheres podem tirar um grande proveito do momento “engata-desengata”. Dicas valiosas podem deixá-la relaxada, sem dores, bonita e em total segurança.

Terapia para encarar o trânsito

As grandes metrópoles não escapam do congestionamento e a conseqüência para quem dirige pode ser um alto nível de estresse. “O estresse deixa o organismo debilitado, a memória é afetada e envelhecemos mais rápido”, conta o médico homeopata Rubens Cascapera Jr. Por isso, buscar formas de não deixar o trânsito afetar a saúde é muito importante. Para o especialista, a melhor maneira é programar a mente para sofrer menos. “Se você fica preocupado porque o trânsito está ruim, piora! Devemos pensar que estamos em um momento de folga e o que podemos fazer nele”, explica. Cascapera recomenda fazer planejamentos, escutar música, cd´s de auto-ajuda, audiobooks, entre outros. “Passava quase seis horas no trânsito para ir de casa até o trabalho. Minha saúde ficou muito debilitada por conta dos nervos que sempre estavam à flor da pele. Mudei de emprego. Ganhava menos, mas a qualidade de vida melhorou consideravelmente”, comenta a psicóloga Flávia dos Santos. A medida foi radical, mas é uma saída. “Sempre quis falar francês. Durante um ano aproveitei as quatro horas que passava no trânsito para ouvir as aulas em cd. Visitei a França esse ano e me virei muito bem”, diz a artista plástica Raquel Kobal.

Aprenda a respirar e alivie a tensão

Um ato tão natural na vida do ser humano pode ser a saída para aliviar a tensão. “A prática da respiração consciente ajuda muito”, explica a psicóloga Denise Doriguello Fonseca. Ela orienta um exercício diário muito eficaz. “Respire no baixo ventre e sinta, aos poucos, o aumento da tranqüilidade. Não é uma alienação, pelo contrário. Você enxerga tudo, mas não se deixa influenciar pela tensão porque está focada”, explica. Denise é uma das organizadoras de um curso que ensina motoristas a relaxar em situações extremas. “A idéia é sair da mecanicidade por meio da meditação em movimento.”

Sapato de salto alto no porta-malas

A Lei 9.503 do Código de Trânsito Brasileiro não proíbe o uso de saltos ao dirigir, mas especifica que o condutor não deve utilizar calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais, como é o caso do chinelo. Logo, se a motorista é precavida e prefere não arriscar, vale deixar o calçado de salto alto no porta-malas e colocá-lo ao descer.

Maquiagem: liberada, mas atenção!

Parada no meio de uma multidão de carros é um bom momento para fazer ou retocar a maquiagem. Mas alguns cuidados são essenciais para evitar colisões. Segundo o Departamento de Trânsito de São Paulo (DETRAN/SP), basta meio segundo de distração para acontecer um Acidente de trânsito. Certifique-se da total parada do congestionamento, puxe o freio de mão e inicie o make. Evite usar o espelho retrovisor. Prefira o do estojo de maquiagem.

Preserve a voz

Se você usa a voz para trabalhar evite o ar-condicionado. Ele prejudica a mucosa das pregas vocais, pois o resfriamento é realizado através da redução da umidade do ar com conseqüente ressecamento do trato vocal. Dessa maneira, a pessoa acaba produzindo a voz com maior esforço e tensão. Agora, se com o calor de 40º graus fica impossível desligar o ar opte por outras medidas como: beber muito líquido em temperatura ambiente, tentar poupar a voz durante alguns momentos do seu dia e evitar a ingestão de bebidas gasosas e cigarro, pois irritam a laringe.

Cinto de segurança x roupa amassada

Cinto de segurança é obrigatório. Não abra mão de sua segurança. Para não amassar as roupas use um pano entre elas e o cinto, ou use Acessórios acolchoados na correia. Torne a colocação do cinto um procedimento automático assim que entrar no carro. Tecidos como microfibra, poliéster, acrílico, acetato, nylon e viscose, quase não amassam.

Evite dores nas costas

Manter uma boa postura enquanto dirige evita incômodos na coluna. Aprenda a usar de maneira adequada o encosto e o assento em benefício próprio. Ajuste-os o mais confortavelmente, de modo que se tornem um suporte lombar. Mantenha o banco em um ângulo entre 110 e 120 graus. Quando o encosto permanece muito inclinado para trás a pessoa força muito os músculos do pescoço e tronco podendo, com o tempo, lesar as articulações da coluna. Quando possível, faça alongamento quando sentir os músculos tensionados, orienta o Centro Multidisciplinar da Dor – Tratamento da Dor.

 
< Anterior   Próximo >




| Novo usuário
Powered by Core Design